logo

Selo qualidade comprovada




selo qualidade comprovada

Em caso de irregularidades, o comércio será autuado e pode qual das engenharias ganha mais ser multado pelo instituto em valores que variam de centenas a milhões de reais.
No caso da Portaria 301, publicada em 2011, por exemplo, a validade do certificado é de quatro anos e os ensaios precisarão ser renovados anualmente.Para Hojo, o ponto de maior relevância do trabalho é o de adequação das peças comercializadas no nosso mercado nacional: Todos deverão atender a um nível mínimo de qualidade, o que elimina a concorrência desleal de peças de baixa qualidade, que antes não atendiam.A iniciativa é comemorada por todos do setor, que veem na certificação uma forma de regulamentar o mercado e oferecer mais segurança ao cliente final.Conscientização, se o processo de certificação não é simples, o de fazer com que ele seja compreendido pelos profissionais do setor e também pelos donos de carros muito menos.As normas técnicas consideradas para a certificação são elaboradas em conjunto com todos os fabricantes e, para isso, considera-se as tecnologias mais atuais que garantem mais segurança, melhor performance e menor consumo.A norma determina todos os aspectos e características dos produtos.
Os prazos de criação de uma norma podem variar de seis meses a dois anos.
A certificação nos permite separar o bom do ruim e proporcionar mais segurança para as crianças, explica Synesio Batista da Costa, presidente da Abrinq Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos.
A Mahle, que também participou ativamente de todo o processo de implantação da certificação compulsória, assim como da elaboração dos RACs (Requisitos de Avaliação da Conformidade tem em sua lista de produtos certificados pistões de alumínio aplicados em motores do ciclo Otto e a Diesel.
O Projeto de Lei que instituirá o SIM está sob análise da Câmara Municipal de Vereadores.
Desde então, nenhum conversor catalítico automotivo poderia sair de fábrica ou ser importado sem o selo do Inmetro.Muito além dos amortecedores, hoje existem 14 componentes e/ou conjuntos automotivos contemplados pelo processo de certificação (confira tabela).Estes receberão um certificado e seus produtos um Selo de Qualidade.Na Bosch, que participa efetivamente dos grupos de normatização, a bomba de combustível foi o primeiro produto a receber a certificação.Depois, distribuidores, varejistas e aplicadores têm mais 18 meses em média para se adaptarem às novas regras.O resultado, bastante óbvio para quem trabalha no setor de aftermarket automotivo, não foi nada satisfatório.Para o setor automotivo Synesio dá a dica: O caminho da certificação é o ideal, assim você pode dizer que seu produto tem garantia, é seguro, até porque é atestado pelo Inmetro, que tem o reconhecimento da sociedade brasileira).




[L_RANDNUM-10-999]
Sitemap