logo

Quanto ganha um prático de barras


quanto ganha um prático de barras

Ricardo Falcão, presidente do Conselho Nacional de Praticagem (Conapra).
Compete ao Diretor de Portos e Costas (DPC como Representante Nacional da Autoridade como ganhar bastante dinheiro no gta v online Marítima, regulamentar o Serviço de Praticagem, estabelecer as Zonas de Praticagem (ZP) em que a utilização do serviço é obrigatória ou facultativa e especificar as embarcações dispensadas do serviço.
O mais atrativo é a remuneração que a profissão oferece.Além disso, a escala de férias, o stand by e a licença especial são estabelecidos através de sorteio em assembléia geral, realizada todo final de ano.A Praticagem martima uma atividade baseada no conhecimento dos acidentes e pontos caractersticos da rea onde desenvolvido.O prático recebe um ponto a cada manobra simples (entendida quando ele se desloca no trecho Belém-Mosqueiro-Vila do Conde) e dois pontos a cada manobra de Espadarte (quando vai até Vista Alegre ou dela provém).Admite, explicitamente, que os Práticos devem exercer a profissão através de uma Entidade de Praticagem "a fim de que seja assegurada a Praticagem, ininterruptamente a todos os navios, independentemente de tipo e porte bruto".Características de um profissional de praticagem.O edital para a contratação de 117 práticos maior concurso já realizado nessa área foi publicado pela Diretoria de Portos e Costas (DPC) em março do ano passado.
Armadores ouvidos pelo Correio afirmam que o setor não pode ficar refém de reservas de mercado sob pena de perder competitividade.
Conapra (Conselho Nacional de Praticagem) (Brasil) 1 Decreto.048, de 6 de maio de 1999.
Em função dessa essencialidade do serviço, obriga o Prático a atender o serviço sob pena de suspensão ou cancelamento de seu certificado de habilitação.
Esta autoridade determina que o prático não fique a bordo de um navio, na execução de uma manobra, por mais de oito horas seguidas, sendo necessário escalar outro prático para dar prosseguimento à manobra.
Assessora o Comandante na condução segura do navio em áreas de navegação restrita ou sensíveis para o meio ambiente.
1986 editar editar código-fonte O Regulamento mantém a vinculação com a Autoridade Marítima, com as seguintes finalidades: fiscalização dos aspectos técnicos e profissionais do exercício da profissão; requisição de Práticos para atenderem às atividades de busca e salvamento marítimo; e cumprir rodízio de trabalho aprovado.Os práticos não são servidores públicos, seus rendimentos não provém de salário, mas do pró-labore que recebem pelo trabalho que desenvolvem nas sociedades, sendo que os valores dos salários podem variar de R1,5 mil a 20 mil reais por mês, explica.Por fim, a movimentação de navios varia muito entre os portos, havendo aqueles video aulas online para concursos gratis com poucos navios manobrados durante um mês inteiro, o que faz com que os práticos daquela zona de praticagem recebam valores bem inferiores aos pagos em outros portos.Assim, o profissional da praticagem corre os riscos inerentes a qualquer atividade privada, não havendo garantia de rendimento nem submissão ao teto constitucional aplicado aos funcionários públicos.As Normas da Autoridade Marítima para o Serviço de Praticagem (normam-12/DPC) também estabelecem os limites máximos de carga laboral de modo a evitar a fadiga do profissional e o mínimo de manobras necessárias para a manutenção da qualificação dos práticos.Inúmeras demandas foram ajuizadas, sendo que, em sua maioria não foram acolhidas pelo Poder Judiciário, em caráter liminar.1926 editar editar código-fonte Aprovado Decreto que reforça a subordinação dos Serviços de Praticagem à Autoridade Marítima, determinando que sejam executados em cada localidade de acordo com regulamentação própria estabelecida pela Diretoria de Portos e Costas.Nela, há relatos de situações atípicas ocorridas durante a aplicação das provas teóricas, como falta de cadernos de questões em sala e um bloco de provas encontrado no banheiro feminino.



Foram implantados os primeiros Serviços de Praticagem organizados no Brasil, que apresentavam características que são preservadas até os dias atuais.


[L_RANDNUM-10-999]
Sitemap