logo

Ganhar vale compras submarino


Vidigal A evolução do pensamento estratégico naval brasileiro (2002).
Também foi feito o treinamento de projeto de submarinos na IKL em Lübeck, Alemanha, na forma de palestras, de 20 de maio a 19 de julho de 1985.
O financiamento, de 882,4 milhões de euros daquele ano, contratado no ABN amro, se somaria à contrapartida do Governo, de 135,9 milhões de euros (87 de financiamento e 13 de contrapartida totalizando 1,08 bilhão de euros.Sempre foi considerado um programa de longo prazo de maturação, que visava equipar a Força Naval de submarinos com propulsão nuclear, cupom de desconto le postiche 2018 com alto grau de componentes nacionalizados.A decisão baseou-se na premissa de que, num eventual conflito, a Marinha do Brasil estaria em grande inferioridade contra um adversário que possuísse submarinos nucleares.Até que o submarino nuclear chegue, os submarinos brasileiros não poderão depender somente do snorkel para sobreviver num conflito.A real situação da Marinha O poder naval brasileiro poderá desaparecer até 2025, se até lá não houver novos investimentos em equipamentos.Isso sem contar os custos da infra-estrutura necessária à construção, operação e manutenção.Com o valor gasto na construção de apenas um submarino nuclear, seria possível construir 3 ou 4 submarinos convencionais com AIP.Com o desenvolvimentos dos modernos sistemas de propulsão independentes do ar para submarinos, já não se pode afirmar que no prazo de trinta ou pouco mais anos a opção pelo submarino nuclear seja a mais acertada porque, ao longo de todos esses anos, ele consumirá.O presidente Lula, em julho de 2007, em visita ao Centro de aramar, garantiu a liberação de recursos anuais de R 130 milhões, para a conclusão do reator e do programa de enriquecimento de urânio da Marinha.
Entre janeiro de 1986 e junho de 1990 (54 meses o treinamento consistiu da Fase de Projeto de Concepção de um projeto próprio, baseado nos requisitos da Marinha do Brasil para um submarino convencional de grande porte, compreendendo as seguintes partes: tudo de Viabilidade (janeiro.
Mesmo com o aporte financeiro prometido pelo atual Governo para a conclusão do projeto do reator nuclear, percebe-se claramente que, mantida a conjuntura atual, não haverá verba suficiente para a construção do(s) submarino(s) nuclear(es) brasileiro(s a não ser que haja um sensível aumento no orçamento.
Quanto custará o submarino nuclear brasileiro?
As novas classes de submarinos nucleares de ataque, em construção nos Estados Unidos (Classe Virginia Inglaterra ( Classe Astute ) e França (Classe Barracuda dão uma idéia dos custos do desenvolvimento e construção desses complexos navios.
A obra teria assessoria de outra subsidiária, a HDW (Howaldtswerke Deutsche Werft AG o estaleiro que construiu o primeiro submarino do mundo (1850) e o primeiro motor a vapor para fins navais (1849).
O limite de participações na promoção é o cadastro de 10 cupons fiscais.Para a Marinha, a premissa foi confirmada na Guerra das Malvinas, em 1982, quando o afundamento do cruzador argentino ARA.Em fevereiro de 2008, Lula e o Presidente da França Sarkozy, encontraram-se na Guiana Francesa, onde conversaram sobre cooperação militar e tecnológica entre os dois países, incluindo a transferência de tecnologia de submarinos Scorpène.E mesmo que o aumento no orçamento ocorra, será preciso avaliar se vale a pena construir submarinos nucleares daqui a 20 anos, quando o gap entre o desempenho destes e dos submarinos convencionais será bem menor, graças ao desenvolvimento tecnológico.O primeiro visa à obtenção de uma planta de propulsão nuclear, do tipo PWR de pequenas dimensões, para ser instalada em submarino.Programa Nuclear da Marinha fará 30 anos em 2009 e até agora, consumiu cerca de US 1 bilhão em recursos.Em 1 de outubro de 1990, todas as atividades foram interrompidas por parte da Marinha do Brasil.Ele seria uma bancada de testes para o futuro snac-II, o Submarino Nuclear de Ataque (SNA).





Nos últimos anos, o Programa sobreviveu em estado vegetativo, devido ao corte de verbas.
Temos assim o prazo total estimado para o empreendimento, entre 15 e 23 anos, mais o período necessário para formar o núcleo de engenheiros.

[L_RANDNUM-10-999]
Sitemap